Apresentação

delicious_ecstasy

Este blog é um espaço de discussão voltado para o tema: drogas. O blog se concentra nas causas, efeitos e consequências do seu uso, e serão apresentados também os diferentes tipos de drogas, um pouco da atualidade do assunto. Foi escolhido por ser um tema ainda muito discutido, apesar de antigo.

É chamado Drogas em Cartaz  porque o tema será discutido de maneira dinâmica com a utilização de filmes que retratam a realidade de usuários. Por ser um tema que gerou, e ainda gera muita polêmica, muitos filmes foram produzidos sobre o mesmo. Filmes que relatam o contato do indivíduo com as drogas, as últimas conseqüências do seu uso excessivo, a possível recuperação do dependente, e tantos outros assuntos que envolvem esta situação, podem ser apresentados de maneira clara.

Por isso, aproveite, participe, comente, e até mesmo compartilhe suas experiências, pois serão de muita utilidade para os que passarem por aqui. Esperamos poder impactá-lo com este espaço.

Bicho de sete cabeças

13ba9f_1

Direção: Laís Bodanzky
Roteiro: Luiz Bolognesi
Gênero: Drama
Origem: Brasil/ 2000
Duração: 74 minutos
Tipo: Longa

Sinopse: Neto é um rapaz de classe-média que vive despreocupado com a vida. Após ter sido pego pela polícia pichando muros, seus pais começam a se preocupar mais com o filho, e acabam descobrindo que ele fuma maconha, internando-o em seguida num manicômio, onde ficaria vários anos sofrendo traumas e abusos. Baseado em fatos verídicos.

Fonte: http://www.cineplayers.com/filme.php?id=1408 

É baseado no livro auto-biográfico Cantos dos Malditos de Austregésilo Carrano Bueno.

O filme conta a história de Neto um jovem rebelde com relação a seu pai (Sr. Wilson) e que por isso possui um relacionamento muito difícil com o mesmo. Se envolve com drogas, mais especificamente a maconha, porém não se torna dependente. Seu pai ao encontrar um cigarro de maconha na sua jaqueta o interna num manicômio por não saber como lidar com a situação.

É muito interessante a questão levantada sobre a falta de diálogo entre pais e filhos, e sobre a falta de um relacionamento sadio entre ambos. E também a questão da falta de conhecimento de como lidar com uma pessoa numa situaçao dessas.

O filme também mostra o descaso da clínica psiquiátrica com relação aos seus pacientes, que por não receberem o tratamento certo não se recuperam.

 

 

Requiem para um sonho

06286358_b003

 

Direção: Darren Aronofsky
Roteiro: Hubert Selby Jr.
Gênero: Drama
Origem/Ano: Estados Unidos/2000
Duração: 100 minutos
Tipo: Longa

Sinopse: Uma jornada profunda no mundo das drogas através de dois personagens principais. A mãe torna-se viciada em comprimidos para emagracer, enquanto o filho injeta-se todos os dias com seus amigos. Suas vidas logo se tornarão um inferno e seus destinos prometem não ser dos melhores.

Fonte: http://www.cineplayers.com/filme.php?id=141 

O filme conta a história de três jovens Harold, Tyrone e Marion viciados em heroína e da mãe de Harold, uma senhora chamada Sara que sofre com os efeitos da anfetamina contida no remédio.

Como no filme trainspotting, os três também já são viciados em heroína.

Para Sara, porém, tudo começa quando é convidada para participar de um programa na televisão. Ela não se sente bem com a sua aparência então começa a fazer uma dieta.  Porém não consegue prosseguir por isso vai a um médico e este recomenda um remédio que contem anfetamina. A anfetamina era usada no combate a obesidade, pois diminuía a fome e aumentava a disposição.

Já Harold, ou Harry, Tyrone e Marion começam a adulterar drogas para vender. Desejam enriquecer, abrir uma loja de roupas para Marion.

Os efeitos da anfetamina são vistos nessa cena.

Tudo passa a dar errado. O dinheiro economizado é usado pra pagar a fiança de Tyrone. Não encontram lugar pra comprar drogas, pois o vendedor é assassinado. O organismo de Sara começa a tolerar os remédios, então ela toma mais comprimidos.

Marion se prostitui. Tyrone sente falta da mãe. Sofrem com a falta da droga. O excesso de anfetamina provoca alucinações.

As alucinações de Sara pioram.

As últimas conseqüências.

 

Trainspotting

trainspotting-poster051

Direção: Danny Boyle
Roteiro: Irvine Welsh (romance), John Hodge (roteiro)
Gênero: Drama
Origem: Reino Unido
Duração: 94 minutos
Tipo: Longa

Sinopse: Para escaparem da moderna vida tediosa e do dia-a-dia frustrante de sua cidade, um grupo de jovens resolve se entregar à heroína. As consequências chegam em pouco tempo, e a ruína para eles não será pequena.

Fonte: http://www.cineplayers.com/filme.php?id=799

 

 

O filme conta a história de Mark Renton com as drogas, mais especificamente com a heroína. 

 

 

Começa a participar de um programa de reabilitação, porém não consegue prosseguir, toma uma dose e acaba tendo uma overdose, vai para o hospital. Apesar de tudo é agora que as coisas começam a melhorar pra ele. Levanta também a questão da AIDS.

 

 

Após a overdose, seus pais o ajudam a largar a droga. Essa é a cena da crise de abstinência que ele enfrentou. Ele muda de vida, muda de cidade, se afasta dos amigos, consegue um emprego.  

 

 

 

Após a crise ele relata: “E, assim que a dor passa, começa a verdadeira luta. Depressão. Tédio. Você fica tão pra baixo que quer se matar.”

 

Seu amigo Tommy morre por causa da Aids. Se reencontra com seus amigos e acaba usando drogas de novo, porém não decai. Eles se juntam e vendem uma grande quantidade de heroína. Mark rouba todo o dinheiro e segue sua vida, limpo.

 

 

 

Como se pode ver nesse filme, na vida de um viciado nada mais importa a não ser o próprio vício. Ele vive buscando satisfazer o próprio vício, não importa como.  

 

Diário de um adolescente

diario-de-um-adolescente-poster01

 

Direção: Scott Kalvert
Roteiro: Jim Carroll, Bryan Goluboff
Gênero: Biografia/Drama/Esporte
Origem: Estados Unidos
Duração: 102 minutos
Tipo: Longa
Ano: 1995

Sinopse: Baseado na auto-biografia de Jim Carroll, o filme é um retrato de jovens que crescem em meio a drogas. No início, na segurança do colégio com drogas leves, mas depois as coisas se complicam e a vida dele e de seus colegas começa a ir por água abaixo.

Fonte: http://www.cineplayers.com/filme.php?id=3260

 

O interessante do filme é que as suas experiências são escritas em um diário, por isso é bastante sincero, pessoal e verdadeiro, de alguém que realmente viveu essa realidade. Ele relata no seu diário as experiências que teve com as drogas, as sensações, e outras circunstâncias que envolvem essas experiências. Muitos jovens que passaram e ainda passam por isso podem se identificar. Por conter muitos relatos alguns serão citados aqui.

No início Jim e seus amigos Pedro, Mickey e Neutron utilizam drogas mais “leves” como cigarros, bebida alcoólica e inalantes. Depois de um tempo Jim começa a usar cocaína e heroína. Abaixo ele fala sobre a primeira vez que usou heroína.

“Já contei a primeira vez que tomei heroína? Foi como uma grande onda de calor passando pelo meu corpo. Desapareceu todo sentimento de dor, mágoa, tristeza ou culpa que eu poderia ter. “

 

 

Nessa cena também sua mãe percebe a situação. Começam os desentendimentos.

“Primeiro, é um lance de Sábado à noite. Você fica legal como um gângster ou um grande astro do rock. É uma coisa pra matar o tédio, entende? Chamam isso de geral, um pequeno hábito. E você se sente tão bem que começa a fazer nas terças, nas quintas… e pega você.  Todo cara que eu conheço diz que não vai acontecer com ele. Mas acontece.”

 

 O primeiro roubo. Vende drogas no colégio. É assediado pelo técnico.

 

“Seu nariz escorre, seu estômago dói. Suas pernas parecem que jogaram seis partidas, uma atrás da outra. E a voz tá sempre lá no fundo da sua mente… dizendo: Só mais uma vez. Depois a gente pára. Você quer parar. De verdade. Mas é como um sonho. Não pode parar os sonhos. “

 

Usam droga para ficarem ligados durante o jogo porem o efeito é contrário. Saem da escola e Jim sai de casa, ficam morando nas ruas.

 

No filme Jim é expulso do colégio e também sai de casa, passa a viver nas ruas.  É ai que seu amigo Reggie o encontra e o ajuda. Ele o deixa longe do contato com as drogas e o filme mostra as cenas da crise de abstinência que Jim enfrenta. Ela acontece depois que o usuário passa um determinado tempo sem usar a droga.

 

 

Ele decai novamente no vício e para conseguir dinheiro para comprar drogas ele se prostitui. Muitas coisas acontecem porém ele consegue vencer o vício. Essa é a cena final onde ele compartilha isso. 

 

 “E temos nós, garotos de rua. Começamos bem moleques, treze, por aí. Temos tudo sob controle. Não vamos entrar no vício. Raramente funciona. Eu sou uma prova viva. Mas, no final, tem que encarar o viciado como outro emprego das nove ás cinco. Só que as horas têm maior tendência às sombras.”

Esse vídeo faz um apanhado legal dos efeitos das drogas que são mostrados no filme.

Aos treze

10706180433254034

Direção: Catherine Hardwicke

Roteiro: Catherine Hardwicke, Nikki Reed

Gênero: Drama

Origem: Estados Unidos/Inglaterra

Duração: 100 minutos

Tipo: Longa

Site: http://www.foxsearchlight.com/thirteen/

Sinopse: Tracey é uma adolescente normal como qualquer outra – veste-se como as meninas de sua idade, possui bichinhos de pelúcia e ainda tem aquele ar angelical. Mas ao se sentir inferiorizada na escola por garotas moderninhas e mais “descoladas”, acaba se aproximando da mais popular delas, Evie, uma garota que acaba levando a inocente Tracey para um mundo envolvendo drogas, sexo e pequenos crimes.

Fonte: http://www.cineplayers.com/filme.php?id=72

O filme conta a história da adolescente Tracy, que aos 13 anos tem o seu primeiro contato com as drogas. É muito interessante a maneira como o filme coloca a mudança de comportamento de Tracy, que antes era uma adolescente doce, carinhosa, inocente se tornando agressiva, rebelde. Ela pôde presenciar o uso de drogas em sua casa com o namorado de sua mãe Brady, e também com seu irmão Mason, porém influências mais fortes vieram de fora. Primeiramente o meio, no caso o colégio, onde é debochada por parecer criança e decide mudar, e principalmente quando se torna amiga de Evie Zamora, a garota mais popular do colégio.

O vídeo a seguir mostra o início de sua mudança de comportamento, quando trava relacionamento com Evie.

O constante contato com Evie desencadeou várias mudanças em Tracy, que não passou apenas a usar drogas, mas a roubar, a usar piercing, entre outras. A relação de Tracy com sua família também se tornou mais difícil.

Nessa cena podemos ver o seu primeiro contato com as drogas.

 

Tracy se torna agressiva, e o relacionamento com sua mãe Mel e seu irmão Mason se abala.

 

A ausência de seu pai também pode ter contribuído. Nessa cena ele faz uma visita muito rápida mostrando o seu desinteresse pela situação de sua filha.

 

 

 

 

Considerações finais

Existem ainda muitos filmes que tratam desse tema, porém estes foram especialmente escolhidos. Com eles muitas questões puderam ser abordadas, como:

  • A influência de amigos, relações familiares complicadas, desejo de fugir de alguma situação difícil são alguns dos motivos que levam um indivíduo a usar drogas como foi mostrado em alguns filmes. Acredito que o primeiro motivo citado é o principal.
  • A dependência transforma a vida do indivíduo que acaba vivendo em função da droga. O dependente se importa apenas em conseguir a droga a qualquer custo para se satisfazer. Por isso a maioria acaba se prostituindo, roubando, se envolvendo com o tráfico e outros.
  • O fato de a adolescência se mostrar uma fase bastante propícia para o contato com as drogas causando dependência.
  • A falta de diálogo e relacionamento entre pais e filhos.
  • O dependente quase sempre precisa de uma ajuda exterior. O que foi mostrado em alguns filmes quando amigos ou os próprios pais ajudaram os usuários a força. Porém muitos pais não sabem lidar com esta situação.

Como se vê há uma grande problemática em torno do assunto. Espero que esse espaço tenha contribuído para entender pelo menos uma parte desses problemas.

 

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.